Arquivos Mensais: Fevereiro 2011

Meu ser evaporei na lida insana

Meu ser evaporei na lida insana Do tropel de paixões, que me arrastava. Ah! Cego eu cria, ah! mísero eu sonhava Em mim quase imortal a essência humana. De que inúmeros sóis a mente ufana Existência falaz me não dourava! … Continuar a ler

Publicado em Poesia | 2 Comentários

Perpetuum Mobile

O universo é a soma, do todo material, com o todo imaterial. Não se expande, ilusão dada pela matéria em dispersão. Ele é um perpetuum mobile, o moto-contínuo que faz, da causa e do efeito, uma mesma coisa. Ele é … Continuar a ler

Publicado em Pensamentos | 1 Comentário

Sonhos a Cores.

Naqueles anos, a estrada que ligava Lisboa ao Algarve, corria estreita, tornando-se tortuosa na zona da serra algarvia. Com um pouco de sorte, quando não havia muito trânsito de pesados, a viagem podia fazer-se em meia dúzia de horas. Conveniente … Continuar a ler

Publicado em Estórias, Fábulas e Apólogos. | 4 Comentários