Arquivos Mensais: Agosto 2011

Labor Omnia Vincit

Dizem que o trabalho redime, mas não procuro redenção. Trabalho para honrar os meus lares, antepassados, entre os quais, infelizmente, já contos os meus pais. Trabalho por realização pessoal, muito para lá, de interesses egoísticos materiais. Trabalho, para servir os … Continuar a ler

Publicado em Filosofia de Vida. | 2 Comentários

SE TE BATEREM NA FACE…

Contributos para a análise do paradoxo, de se chamar violência doméstica à selvajaria conjugal. “Se alguém vos bate na face direita, apresentai-lhe também a esquerda.” São Mateus. Não, definitivamente não, não. Até porque se pode tornar um hábito, desagradável, por … Continuar a ler

Publicado em Pensamentos | 4 Comentários

O céu é o limite…

O céu, é o limite dos crédulos. O infinito, o limite dos sonhadores… Filipe da Silva É isso mesmo Teresinha… “Eles não sabem que o sonho é uma constante da vida tão concreta e definida como outra coisa qualquer” António … Continuar a ler

Publicado em Filosofia de Vida. | Publicar um comentário

Sonhos Azuis

Aprendi a sonhar, ainda criança, na escola de ensinamentos que meu pai prodigalizava. Foi uma herança precoce, o olhar caleidoscópico sobre um mundo, feito de todas as cores que há e das que devia haver. Porque, a imaginação, só perde … Continuar a ler

Publicado em Filosofia de Vida. | 1 Comentário

Pátria Apátrida

ppoema ppara pportimão Pasmem as pífias preocupaixões pusilânimes, as parvas parcimónias as posses possidónias as propostas prepósteras e prepotentes as pretensões pernósticas improcedentes as poses presunçosas as prosas pirosas as palermices parenéticas as patetices patéticas os parâmetros de paróquia os … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Publicar um comentário